Raças de cães - Bulldog Francês

FICHA - RAÇAS PEQUENAS - BULLDOG FRANCÊS

OUTROS NOMES: buldogue francês, "frenchie".



ORIGEM: França.  
Vive em média 10 a 12 anos.
Atinge idade adulta aos 12 meses.
PESO: 8 a 14 kg (tanto para machos quanto para fêmeas).
ALTURA: 30 cm.
COMPRIMENTO: o mesmo da altura.
QUANTIDADE DE RAÇÃO: 160 g, repartidos em 2 refeições ao dia, no almoço e no jantar.
CORES DA PELAGEM: fulvo, fulvo e tigrado, com todas as nuances de fulvo, do vermelho ao café com leite. Branco, desde que apresentem trufa, olhos e pálpebras escuras.
COMPORTAMENTO: boa índole, afetuoso, inteligente, disposto, brincalhão e carinhoso com crianças.
Os exemplares da raça podem ser agressivos entre si, por isso não se recomenda que se crie dois Bulldog Francês juntos, a menos que sejam do sexo oposto.
Ideal para apartamentos.
Fêmea apta a engravidar com 18 meses.
A fêmea necessita de cesariana para parir, já que o tamanho da cabeça dos filhotes praticamente impossibilita o parto natural.
Macho apto a cobrir com 18 meses.
A fêmea é boa reprodutora até 7 anos.
DO QUE GOSTA: de limpeza; podem evitar situações que os deixem sujos. De ficar dentro de casa, no conforto e aconchego. De brincar com o dono, outros animais, ou até sozinho.
DO QUE NÃO GOSTA: exercícios pesados, temperaturas extremas, e de ficar longe do dono.
PRIMEIRO BANHO DE VIDA: aos 4 meses.
BANHOS APÓS ADULTO:  1 vez por mês. Banhos muito frequentes prejudicam a proteção natural da pele, que é imprescindível aos "frenchies", que têm predisposição genética a problemas de pele.
EXERCÍCIOS: precisa de pouco exercício, mas por possuir um "instinto de migração" desenvolvido, caminhadas diárias de 15 minutos são necessárias, porém, mais do que suficiente. Se notar que ele está cansado, pare. Cuidado com os exercícios na época do calor. Por causa do focinho curto, tem dificuldade em respirar, principalmente no calor.
AMPUTAÇÕES CIRÚRGICAS: nenhuma.
CUIDADOS NO SÍTIO OU NA FAZENDA: não são cães de exterior. Quando nesses locais, devem ter sempre a supervisão do dono para não se machucarem. Não lida bem com mudanças climáticas, principalmente com o calor excessivo. Deve permanecer dentro de casa junto com o dono.

E você? Tem um bulldog francês? Fale sobre ele nos comentários!

1 comentários:

Carlo Cachorro disse...

Adorei o blog e as informações, parabéns!
Muito interessante e cheio de boas informações, vou recomendar o site para uma amiga que é dona de um buldog farnces e vive me perguntado o que fazer, como fazer e etc. É o primeiro bicho que ela tem desde que saiu da casa dos pais.
Recomendei pra ela esse site click para ela saber mais a respeito da raça e agora vou recomendar esse de vocês, vai ajudar, com certeza.